Caso 12 - Histórias da vovó: fogo fátuo

Se eu perguntasse à minha avó se ela já havia visto um ovni, um ufo ou um disco voador ela certamente nem saberia sobre o quê eu estaria me referindo, porque ela era uma pessoa simples sem informação sobre a possibilidade de haver seres inteligentes de outros planetas visitando a Terra. 
Se eu tentasse explicar a ela sobre essa possibilidade, ela não duvidaria, mas também não acreditaria. Minha avó, no entanto, tinha um lema sobre o desconhecido. Ela sempre dizia: "o dia é dos vivos; a noite, dos mortos".
Obviamente não foi ela quem criou essa frase. Ela mesma afirmava que eram seus pais que sempre diziam esse sinistro bordão em uma época que remonta ao começo do Século XX.
Ainda assim, questionada sobre objetos voando, ou coisa do tipo, ela foi enfática em afirmar que sim, ela vira luzes estranhas. Bolas de fogo. Luzes que pareciam surgir no entardecer, no lusco fusco da noite, geralmente sobre locais pantanosos, brejos, beiras de rios, cemitérios.
Não foram muitas vezes, mas ao longo do Século XX, tendo morado em locais ermos em uma época de pouca infraestrutura, não era comum que viesse a confundir luzes nos campos e brejos com carros, aviões ou lâmpadas inexistentes nesses lugares por ela bem conhecidos.
Um lugar em especial foi confirmado por um tio como tendo sido área de luzes estranhas: um cemitério humano em um dos lugares em que a família de minha avó morou em determinada época. Não sei dizer quando nem onde especificamente.
Gazes em combustão espontânea emanando de cadáveres em decomposição?
Possivelmente.
Assustador?
Certamente, mas ainda assim possível.
Mas esse tipo de fenômeno não deveria ser considerado um fenômeno tão estranho assim.
Obviamente nem toda luz estranha pode ser ou é de origem química. Luzes misteriosas diversas do fogo fátuo têm sido relatadas ao longo dos séculos mundo afora.
Objetos voadores não identificados?
Talvez.
Esse é um tema corriqueiro que merece análise calma e detalhada.
Falaremos mais sobre luzes misteriosas ao longo das próximas postagens.
E quanto a você?
Já viu luzes estranhas em lugares ermos, ou no céu, para as quais não foi capaz de dar um explicação razoável? Ou, surpreendentemente, as viu e pode explicá-las satisfatoriamente?
Conte-nos.

Comentários

Postagens mais visitadas